À sombra dos coqueirais

A maior originalidade da cozinha de Alagoas, no contexto da gastronomia do Nordeste, são suas muitas lagoas costeiras, que deram nome ao Estado e que, em conjunto com os rios, os manguezais e o

Polvo, lagosta, ostras e vôngoles (maçunim) existem em abundância, enquanto as variações de espécies de camarões e de suas técnicas de preparo são muitas, como pitus e camarões de água doce, o camarão gigante da Malásia, o camarão barba-roxa e o camarão de cueca, o qual, para ser comido, é preciso deixar metade da casca.

As opções de peixes são muitas: desde os de águas mornas, como a cavala-perna-de-moça, o sirigado, a arabaiana e a cioba, a outros favoritos, como as carapebas, camurins (robalo) e curimãs da lagoa Mundaú. De lagoas e manguezais vêm os guaiamuns servidos com pirão mexido, o caranguejo uçá, a agulha frita, o siri do pilar, a casquinha de siri de coral e o siri capado.

Coco

Pratos com um destaque especial são os feitos com o sururu, seja o “de capote” (servido na casca), o ensopado ou o na chamada “fritada” de sururu.

E como os coqueirais são tão abundantes no Estado quanto suas lagoas, o coco é ingrediente fundamental em vários pratos, como na caldeirada de frutos do mar, à base de leite de coco, e na tapioca, referência na gastronomia local, especialmente com seu clássico recheio de coco ralado.

Outros destaques da gastronomia alagoana são a carne-de-sol com fava ou feijão verde e a clássica trilogia brasileira composta por feijoada, galinha ao molho pardo e picanha grelhada.

Frutas

A abundância de frutas gera o costume de acompanhar a refeição com sucos, como os de laranja, acerola, mangaba, graviola, caju, goiaba, maracujá e pinha, além de doces de frutas e bolos de tabuleiros.

Conhecido como o maior polo gastronômico do Nordeste, Massagueira – às margens da lagoa Manguaba, distante 15 km de Maceió – traz opções para turistas cosmopolitas, que vão da gastronomia local à internacional (japonesa, peruana, portuguesa, italiana, francesa e chinesa). E para os outros que gostam da imersão na natureza e na cozinha regional, São Miguel dos Milagres desponta hoje como um dos roteiros favoritos em Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *