Saindo do Forno

Gâteau de Pamonha

Um bolinho bem brasileiro na receita, todo feito no liquidificador, que parece uma broa mas que pela proporção dos ingredientes ganha sabor e textura de pamonha. Delicioso com um café como nas melhores tradições mineiras e brasileiras mas também vai bem com um vinho colheita tardia.

PREPARO:

A receita é 1 xícara de cada ingrediente com exceção dos ovos.

Bata no liquidificador 1 xícara (de cada) de fubá, leite, milho verde cozido e óleo de milho ou girassol com 3 ovos.

Acrescente a mesma proporção (1 xícara) de queijo meia cura ralado, açúcar e 1 colher(sopa) de fermento em pó.

Polvilhe fubá e borrife um pouco de água em forminhas individuais e asse em forno pré aquecido em 200° por entre 30 a 40 minutos ou até os bolinhos estarem dourados e enfiando dentro um palito, este sair limpo.

Espere esfriar um pouco, desenforme e sirva acompanhado de natas.

Simples e delicioso!

Crumble de Peras

O Crumble de Peras com Castanha do Caju, Amêndoas, Granola e Açúcar Demerara, é uma receita simples, de preparo fácil e extremamente versátil, em que a Pêra pode ser substituída pela fruta que quiser!

PREPARO:

Cozinhe 2 peras descascadas e fatiadas ao meio com 4 colheres (sopa) de manteiga e 3 colheres de açúcar, de preferência mascavo.

Depois de uns 15 minutos estarão deliciosamente macias e carameladas.

Num pote misture as castanhas você tiver com um pouco de manteiga para dar liga.

Aqui usei castanhas do caju, amêndoas e um pouco de granola.

Coloque esta cobertura sobre as pêras e seu caramelo e asse por uns 10 minutos. 😋

Estrogonofe de Frango

Flambado no Jack Daniels, com Worstershire Sauce (molho inglês original), mostarda Dijon, tomate confitado e creme de leite fresco.

Antes de ser desossado o frango foi cozido por 1 hora gerando um caldo com cenoura, cebola, salsão, alho-poró, louro, salsinha e tomilho.

E para finalizar já na coção final um pouco de vinho branco seco.

Acompanhando os clássicos arroz branco (aqui com um toque de azeite e um fundo de couve) e batata palha.

Fideuá de Cogumelos

Sensacional combinação de:

cebola roxa, alho, azeite, cogumelos, cabelinho de anjo amassado com as mãos (fica semelhante a batata palha), refogado e ligeiramente cozido com vinho branco seco.

Para finalizar pimenta calabresa, ervas a gosto e só.

Saudável, leve, de preparo rápido, uma boa ideia sempre.

Pastrami de Salmão

O Pastrami de Salmão é uma das técnicas de conservação de alimentos com resultados deliciosos.

PREPARO:

No primeiro dia o salmão fica coberto por uma mistura de sal grosso e açúcar mascavo claro (o dobro de açúcar em relação ao sal) e um mix de especiarias aquecidas em uma panela e depois processadas para virar um pó (sementes de coentro, coentro em pó, sementes de cominho, grãos de pimenta-do-reino preta).

Deixamos na geladeira num tabuleiro, o salmão coberto com plástico filme e com um peso em cima.

Depois de dois dias limpamos a marinada, passamos o salmão por poucos segundos na água da pia, secamos com papel toalha e o cobrimos com pinceladas de uma mistura de melado de cana, Kümmel e um toque de pimenta cayenna também ligeiramente aquecidos.

Em seguida embrulhamos novamente em um plástico filme e deixamos mais 24 horas na geladeira.

Parece complicado, mas na verdade é um preparo bastante simples, apenas um pouco demorado, mas as vezes é um bom exercício esperar 3 dias para o resultado final.

Depois é fatiar, servir ou guardar por mais alguns dias.

Na aula “The NYC Deli Show” provamos com a salada de ovos e mostarda, coleslaw, pão de centeio e pepinos em conserva.

Fettucine Alfredo

O Fettucine Alfredo original é feito apenas com 3 ingredientes, o fettuccine, manteiga e queijo parmigiano regiano.

PREPARO:

 Cozinhe a massa em água com sal,

depois parte desta água rica em amido é separada e misturada com parte do queijo ralado na hora até se obter um creme leve (este processo é rápido).

Em seguida o fettuccine é passado na manteiga aquecida, temperado com sal e pimenta e finalizado com um pouco mais do queijo.

Quanto mais simples e rápido é o prato, mais sutileza e atenção são exigidas no preparo.

O resultado é sensacional, o que explica o seu enorme sucesso em vários países do mundo.

Tarte Tatin

Adoro Tarte Tatin, uma das receitas que mostram que simplicidade e sabores incríveis muitas vezes andam juntas.

PREPARO:

fatiar 6 maçãs,

aquecer 200g de manteiga com 6 colheres(sopa) de açúcar e

cozinhar tudo por cerca de 15 minutos ou até as maçãs começarem a caramelizar.

Depois é transferir esta mistura para a base de uma fôrma de fundo falso.

Para fazer a massa basta misturar

1 e 1/2 xícara de farinha de trigo com

10 colheres(sopa) de manteiga e

dar liga com 3 colheres(sopa) de água gelada.

Depois é só abrir a massa e colocar por cima da torta.

Um macete é colocar papel alumínio na base da fôrma e colocá-la sobre um tabuleiro (se pingar a manteiga não será no forno).

Depois de uns 10 a 15 minutos de forno, coloca-se um prato por cima e vira-se a torta.

Com chantilly fica perfeito.

Gravd Tuna

Com conserva de frutas cítricas foi o primeiro dos 5 pratos da aula “Veio de Madagascar” inspirada na diáspora africana e seus múltiplos sabores em todo o mundo. Assim como os estilos musicais criados por africanos como o blues, jazz, samba, calipso, chorinho e hip hop a cozinha africana é colorida, condimentada e aromática. “Gravd” em sueco quer dizer “por coisas em” no sentido de marinar. Aqui ao invés do lax(salmão) fiz com atum vermelho. O continente africano tem referências das cozinhas da Holanda, primeiro país a comercializar as especiarias de ilhas como as de Madagascar e Reunião (antiga Bourbon) o que explica o caráter norte europeu de parte do prato.

PREPARO:

O atum aqui foi curado com:

uma mistura de açúcar,

sal (sempre o dobro de açúcar em relação ao sal),

Has Al-Hanout (mix de especiarias do norte da África),

raiz forte,

gengibre e

limão.

Para a compota de frutas cítricas, ferva duas vezes:

cascas de vários tipos de limões,

laranja e

tangerina

cozinhe seus sucos com:

1 pau de canela,

mel e

gengibre.

Salmão Cura

PREPARO:

misture açúcar e sal (o dobro do açúcar em relação ao sal, 2 xícaras de açúcar para 1 de sal para 1 quilo de salmão),

Gin (100ml)

blueberrys (cerca de 2/3 de xícara)

e uns 6 pequenos bagos de zimbro amassados,

Deixe apenas por 3 horas o salmão imerso na mistura

bata o Gin com as blueberrys,

depois deste tempo limpe com uma faca,

passe na água da pia por 3 segundos apenas,

seque e estará pronto.

além de lindo é uma delicia, pode ser provado se guardado na geladeira por vários dias seja puro, acompanhando pão preto, com uma mistura de creme de leite batido, mostarda e Dill, com creamchesse batido com wasabi e limão ou ainda com creme de leite fresco batido com limão, gotas de vinagre e wasabi.

Uma das versões do famoso Gravlax sueco, fácil de fazer e delicioso.

 

 

 

 

 

 

 

 

Moelleux au Chocolat

Este é o Moelleux au Chocolat, sobremesa campeã aqui nas aulas de gastronomia virtuais, presenciais (quando voltarem) e nos nossos eventos. Poucos ingredientes, fácil de fazer, versátil e espetacular. Apenas 1 colher(sopa) de amido de milho para gerar o mínimo de estrutura (ainda é sem glúten). Na foto acima está coberto com geleia com pedaços de laranja (fica incrível), uma das muitas ideias de variações. O Moelleux puro é um show, mas com estas variações a cada vez parece uma sobremesa nova: cobertura com molho de jabuticaba defumado, Nociollino, calda de chocolate amargo (também por cima), geleia de limão, de figos e ainda pode ser servido com o clássico chantilly, um sorvete de baunilha (verdadeira, claro), um creme de mascarpone, sorvete de Pistache e se você fizer dois e colocar um recheio no meio e finalizar com uma cobertura de chocolate, é um bolo para cantar parabéns, para o aniversariante e para ele mesmo.

PREPARO:

Em banho-maria derreta 200g de chocolate com 200g de manteiga.

Bata 6 gemas de ovo com 100g de açúcar e acrescente 1 colher (sopa) de amido de milho.

Em outra vasilha batas as claras em neve com 100g de açúcar até obter o ponto de suspiro.

Misture tudo, primeiro o creme de chocolate ao creme de gemas e açúcar e depois coloque as claras em neve, 1/3 de cada vez, misturando sempre.

Unte uma fôrma e asse no forno pré-aquecido a 200° por 35 a 40 minutos (não asse demais para não ressecar).

Retire do forno, espere esfriar, desenforme e aproveite!